25/06/2016 TV VK RIO DE JANEIRO


  • 25 jun 2016

DELEGADO DESABAFA: ‘NÃO PEGAMOS O FAT FAMILY POR FALTA DO HELICÓPTERO’

 

capture-20160625-045816.png

Operação na Maré deixou três mortos, e traficante resgatado do Souza Aguiar escapou de novo. Polícia acha esconderijo

Diretor de Polícia Especializada, o delegado Ronaldo Oliveira culpou a crise do estado e a falta de estrutura pelo fracasso da operação que deixou dois agentes feridos. “Se houver perigo para os policiais, posso suspender algumas operações”, disse. Três fuzis e 500kg de maconha foram apreendidos. A crise financeira do Estado do Rio, que já provocou o atraso de salários dos servidores, interferiu ontem no resultado de uma operação deflagrada para tentar prender o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family. O bandido, resgatado por homens armados do Hospital municipal Souza Aguiar, no domingo passado, estava escondido numa casa da Favela Nova Holanda, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio. Porém, sem o apoio de um helicóptero — as três aeronaves da Polícia Civil estão impedidas de levantar voo porque o estado não tem dinheiro para pagar a manutenção obrigatória — os agentes tiveram que trocar tiros com os traficantes por mais de duas horas até chegar a casa apontada como esconderijo do bandido. Fat Family já havia escapado.

getimage
A casa onde estava Fat Family e a despedida ao sargento Ericson

A situação revoltou o delegado Ronaldo Oliveira, diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada ( DGPE).

— Se tivéssemos a aeronave na operação de hoje(ontem) teríamos capturado este marginal — disse ele.

Delegado: Fat Family não foi capturado porque crise impede manutenção de aeronaves

Diretor de Polícia Especializada, o delegado Ronaldo Oliveira culpou a crise do estado e a falta de estrutura pelo fracasso da operação que deixou dois agentes feridos. “Se houver perigo para os policiais, posso suspender algumas operações”, disse. Três fuzis e 500kg de maconha foram apreendidos. A crise financeira do Estado do Rio, que já provocou o atraso de salários dos servidores, interferiu ontem no resultado de uma operação deflagrada para tentar prender o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family. O bandido, resgatado por homens armados do Hospital municipal Souza Aguiar, no domingo passado, estava escondido numa casa da Favela Nova Holanda, em Bonsucesso, Zona Norte do Rio. Porém, sem o apoio de um helicóptero — as três aeronaves da Polícia Civil estão impedidas de levantar voo porque o estado não tem dinheiro para pagar a manutenção obrigatória — os agentes tiveram que trocar tiros com os traficantes por mais de duas horas até chegar a casa apontada como esconderijo do bandido. Fat Family já havia escapado.

A situação revoltou o delegado Ronaldo Oliveira, diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada ( DGPE).

— Se tivéssemos a aeronave na operação de hoje(ontem) teríamos capturado este marginal — disse ele.

OPERAÇÕES PODEM PARAR

Oliveira ameaçou suspender as operações por falta de apoio aéreo:

— Vou fazer uma análise mais profunda. Se houver perigo para os policiais posso suspender as operações ou fazer apenas as mais necessárias.

O delegado também reclamou de problemas na manutenção dos blindados:

— Na segunda-feira, um caveirão com 12 policiais enguiçou durante uma troca de tiros na Maré. Um outro blindado resgatou os policiais e rebocou o veículo com defeito.

Oitenta policiais de delegacias especializadas foram mobilizados para prender Fat Family. Dentro da residência, os policiais encontraram medicamentos que estavam sendo usados por Fat Family.

OPERAÇÕES PODEM PARAR

Oliveira ameaçou suspender as operações por falta de apoio aéreo:

— Vou fazer uma análise mais profunda. Se houver perigo para os policiais posso suspender as operações ou fazer apenas as mais necessárias.

O delegado também reclamou de problemas na manutenção dos blindados:

— Na segunda-feira, um caveirão com 12 policiais enguiçou durante uma troca de tiros na Maré. Um outro blindado resgatou os policiais e rebocou o veículo com defeito.

Oitenta policiais de delegacias especializadas foram mobilizados para prender Fat Family. Dentro da residência, os policiais encontraram medicamentos que estavam sendo usados por Fat Family.

A operação começou às 6h e terminou ao meio dia. Na troca de tiros,três bandidos morreram e outros seis foram presos. Dois policiais ficaram feridos. Foram apreendidos 500 quilos de maconha, três fuzis, três pistolas, entre outros materiais.
  • 25 jun 2016

Facebook: remova marcações em várias fotos de uma vez só

AGILIDADE Recurso ajuda a apagar marcações de forma rápida

A ferramenta que permite a um usuário marcar os seus amigos em uma foto no Facebook é muito popular. No entanto, algumas pessoas podem não curtir a ideia de ter um link para seu perfil associado à foto de um amigo. Por isso, a rede social oferece um recurso que permite ao usuário retirar suas marcações de várias fotos de uma só vez. O procedimento é bastante fácil. Primeiro, acesse o Facebook e clique em seu nome de usuário, na parte superior direita da tela, para acessar o perfil. Depois, clique na opção “Fotos”, que estará logo abaixo de sua foto de capa. Na sequência, clique no ícone com o desenho de lápis no canto direito da tela. Então, clique na opção “Ver as fotos ocultas da linha do tempo”. Será mostrada uma lista com todas as fotos nas quais o usuário está marcado. Selecione aquelas em que deseja apagar suas marcações. Depois, clique na opção “Denunciar/remover marcação”. Na caixa de mensagem que irá aparecer na tela, selecione a opção “Eu quero que a marcação seja removida das fotos”. Por fim, clique em “Remover marcação de fotos”. O procedimento permite ao usuário selecionar todas as fotos nas quais está com seu perfil marcado e se “desmarcar”. O seu amigo não será notificado que sua marcação foi retirada.

 

  • 25 jun 2016

Estudantes deixam secretaria quebrada

Após desocupação, eles foram protestar na Alerj, onde entraram em confronto com PMs

Encapuzados para não B serem identificados, os estudantes deixaram a Secretaria de Educação com cartazes criticando o governo. Lá dentro, cadeiras e portas foram quebradas, e paredes pichadas. A vistoria feita no prédio da Secretaria estadual de Educação (Seeduc-RJ) após a desocupação dos alunos, determinada pela Justiça em ação de reintegração de posse, encontrou um cenário de destruição na tarde de ontem. Fios de telefone e de computador foram cortados. A sala de laptops foi arrombada e revirada e os aparelhos espalhados pelo chão de vários ambientes da secretaria.

getimage (4)

Estudantes dizem que podem voltar caso pautas não sejam atendidas

Encapuzados para não B serem identificados, os estudantes deixaram a Secretaria de Educação com cartazes criticando o governo. Lá dentro, cadeiras e portas foram quebradas, e paredes pichadas. A vistoria feita no prédio da Secretaria estadual de Educação (Seeduc-RJ) após a desocupação dos alunos, determinada pela Justiça em ação de reintegração de posse, encontrou um cenário de destruição na tarde de ontem. Fios de telefone e de computador foram cortados. A sala de laptops foi arrombada e revirada e os aparelhos espalhados pelo chão de vários ambientes da secretaria.

 

Paredes foram encontradas pichadas e muitas portas arrebentadas. A cantina foi saqueada, segundo a vistoria, e o estoque de alimentos foi revirado. O vandalismo atingiu também quadros históricos do prédio, além da enfermaria. Remédios foram espalhados e aparelhos como estetoscópio, quebrados. Uma perícia feita hoje pela Polícia Civil deve esclarecer se os danos foram provocados pelos alunos ou se são anteriores à ocupação.

O local estava ocupado por estudantes desde o início do mês. Por volta das 15h, enquanto deixavam a Seeduc, eles afirmaram que poderiam voltar a qualquer caso as reivindicações não fossem atendidas. Depois, os jovens seguiram até Assembleia Legislativa do Rio, na Praça Quinze, onde fizeram um protesto.

Durante o ato, um grupo se desentendeu com policiais e houve um início de confronto. Enquanto os PMs afirmam terem sido ameaçados e agredidos, os estudantes alegaram que um agente teria agredido um jovem. Os manifestantes gritavam palavras de ordem e alguns mais exaltados tentaram depredar a entrada da Alerj, chutando as portas.

Até o início da noite de ontem, não havia informação sobre feridos. A Secretaria de Educação não comentou a reintegração.

 

 

  • 25 jun 2016

Dinheiro do Tesouro estadual vai pagar obra do metrô

Como os R$ 2,9 bilhões do governo federal vão para Segurança, estado remanejou verba para a Saúde e finalizar obra.

O governo do estado já bateu o martelo. Os R$ 2,9 bilhões do governo federal terão mesmo que ir para a Segurança Pública — é dinheiro carimbado, que vai garantir a realização dos Jogos Olímpicos.

Mas, com isso, os recursos que saíriam do Tesouro estadual para a segurança ficarão livres para serem remanejados.

Para concluir a Linha 4 do metrô, vão R$ 400 milhões.

O restante — quase R$ 500 milhões — vai para a Saúde.

 

 

  • 25 jun 2016

Mulheres devem se aposentar primeiro

Presidente defende idade mínima para ter benefício, mas com vantagem para elas

Temer disse que, por ele, as trabalhadoras deveriam ter idade mínima menor que os homens para se aposentar. simone.iglesias@bsb.oglobo.com.br

O presidente em exercício, Michel Temer, disse ontem não concordar com a mudança na regra previdenciária que equipara as idades para homens e mulheres se aposentarem pelo INSS por tempo de contribuição. Em sua opinião, elas devem sair um pouco mais cedo do mercado de trabalho devido às funções extras que exercem no dia a dia.

— Uma pequena diferença entre o homem e a mulher é razoável, por uma razão. Essa razão não é só minha. Vejo escrita a todo momento. A mulher, além do trabalho externo, faz o trabalho interno na sua casa, é mãe, às vezes cuida dos irmãos… Talvez uma pequena diferença valesse a pena — afirmou.

Temer disse ainda não ter objeção à adoção da idade mínima para a aposentadoria, o que está sendo estudado pelo governo e tem o apoio de, ao menos, dois ministros: o da Fazenda, Henrique Meirelles, e o da Casa Civil, Eliseu Padilha:

— Uma pesquisa recente revelou que mais de 65% da população entenderam que se deve estabelecer a idade mínima.

O presidente em exercício declarou, também, que os juros começarão a cair este ano, mas de “forma responsável”.

— Os juros têm que ser reduzidos responsavelmente, e há essa ideia, tanto que já conversei com o ministro da Fazenda e com o Ilan (Goldfajn, presidente do Banco Central). Isso tem um efeito concreto, mas psicológico muito acentuado. Não adianta diminuir de 14,5% para 7% só para fazer populismo — disse.

Temer declarou não há necessidade de aumentar impostos:

— Você, muitas vezes, tem que fazer readequações, mas fálas-á no tempo certo. É uma coisa que pode ser estudada no futuro, porque você precisa fazer readequações em certos momentos. Se puder evitar tributos, tanto melhor.

 

 

  • 25 jun 2016

Justiça proíbe novo aplicativo para passageiros

getimage (7)

A empresa T81 recorreu, ontem, da decisão da Justiça do Estado do Rio que proíbe o transporte de passageiros solicitado pelo aplicativo. Segundo a companhia, a decisão foi recebida com perplexidade, já que “outras empresas concorrentes, como a norte-americana Uber, foram autorizadas pela Justiça a operarem normalmente no estado”. A empresa destacou ainda que a proibição “gera dúvidas sobre o real papel da Justiça, já que empresas do mesmo ramo de atividade recebem tratamento diferenciado”.

Josival de Melo Junior, diretor de TI da T81: empresa recorreu

Lançado em Recife (PE), em março deste ano, o aplicativo T81 começou a operar no Rio em 6 de junho. Na quinta-feira passada, porém, o juiz Eduardo Antonio Klausner, da 7ª Vara da Fazenda Pública, não aceitou o mandado de segurança ajuizado pela empresa, contra o Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro) e a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR). “Aquele que deseja fornecer serviço de transporte deve adequar-se à regulamentação administrativa e à fiscalização dela decorrente por parte do Poder Público”, declarou o juiz.

 

 

  • 25 jun 2016

Ciclovia: 14 são indiciados por queda e mortes

A Polícia Civil indiciou 14 pessoas pela queda de um trecho da Ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, que provocou a morte de duas pessoas, no dia 21 de abril. Eles responderão por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). No inquérito, presidido pelo delegado José Alberto Lage, titular da 15 ª DP (Gávea), foram responsabilizados sete funcionários da Geo-Rio, empresa da prefeitura responsável pela contratação da obra e pela fiscalização (Fábio Lessa Ribeiro, Juliano de Lima, Geraldo Batista Filho, Marcus Bergman, Elcio Romão Ribeiro, Ernesto Ribeiro Mejido e Fabio Soares Lima); cinco do consórcio Contemat-Concrejato, que construiu a ciclovia (Ioanis Saniveros Neto, Marcelo José Ferreira de Carvalho, Jorge Alberto Schnneider, Fabrício Rocha Souza, Nei Araújo Lima); um responsável técnico da Engemolde (Claudio Gomes Castilho Ribeiro), empresa que participou da construção, e o coordenador técnico da Subsecretaria municipal de Defesa Civil, Luís André Moreira Alves, pela falta de um plano de contingência para interditar a ciclovia em caso de ressaca.

getimage (8)

A ciclovia destruída: acusados responderão por homicídio

A Geo-Rio, o consórcio Contemat-Concrejato e a Engemolde disseram que não tiveram acesso ao teor do inquérito e, por enquanto, não vão se pronunciar sobre os indiciamentos.

 

  • 25 jun 2016

Suspeito da morte de PM é preso

ESCOLAS FECHADAS

A violência em favelas da Zona Norte suspendeu as aulas em 50 unidades

Um suspeito de participar do ataque a uma patrulha da PM, anteontem, que acabou com a morte do sargento Ericson Gonçalves Rosário, na divisa das favelas do Jacarezinho e de Manguinhos, foi detido ontem, por PMs da Unidade de Polícia Pacificadora do Jacarezinho.

Ele tentou fugir de um cerco da polícia na localidade da Garganta. Acabou sendo conduzido para a Delegacia de Polícia do Méier (25ª DP), onde foi reconhecido por policiais que estavam com o sargento na hora em que o militar foi baleado. O PM estava em dentro de um carro da Polícia Militar quando bandidos dispararam contra o veículo. Ericson levou um tiro na cabeça e morreu.

Por conta da violência no Jacarezinho, no Complexo do Alemão, na Vila Cruzeiro e no Complexo da Maré, 50 escolas do município localizadas nessas favelas suspenderam as atividades nesta sexta-feira. As unidades atendem, juntas, quase 13 mil alunos. As secretarias de Educação informaram que o conteúdo perdido será reposto.

Ontem,o sargento Ericson, que tinha 34 anos, foi sepultado com honras militares, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Trezentas pessoas foram ao enterro. Entre elas, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame. No dia do crime, Beltrame classificou a morte do policial militar , assassinado em meio a uma emboscada, como um ato de terrorismo.

 

 

 

  • 25 jun 2016

Dupla é agredida após balear e matar idosa

Bandidos atiraram ao tentar assaltar entregador, mas a moradora acabou atingida

Uma dupla de bandidos foi agredida após balear e matar uma idosa em Marechal Hermes, ontem à tarde. Durante uma tentativa de assalto a um entregador de farmácia, os criminosos — um de 17 e outro de 18 anos — dispararam uma única vez e acabaram atingindo Sônia Maria Borges de Freitas, de 71 anos, que estava do outro lado da rua. Ela foi levada para o Hospital estadual Carlos Chagas, mas já chegou à unidade sem vida.

O crime aconteceu por volta das 15h40m, na Rua Alexandre Gasparoni. Ao perceberem a ação, pessoas que passavam pelo local dominaram os assaltantes e os agrediram. A informação foi enviada por um leitor ao WhatsApp do EXTRA (21 99644-1263). Policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) foram acionados e chegaram ao local antes que eles fossem linchados. A dupla, no entanto, chegou a ser agredida e precisou ser medicada, também no Hospital estadual Carlos Chagas. Eles foram encaminhados à Central de Garantias Norte, na Cidade da Polícia.

— A família está devastada porque não foi uma morte natural. Foi um cretino que tentou assaltar outra pessoa e acabou atirando. Pelo que sei, (o bandido) era menor de idade, e aí a impunidade continua — desabafa Cátia Borges Freitas, sobrinha da vítima.

getimage (10)
Sônia Maria, que era professora aposentada da rede municipal, morava no bairro há 66 anos e costumava caminhar todos os dias, fazendo o mesmo percurso. Às segundas-feiras, ela se dedicava às atividades da igreja Messiânica. O enterro deve acontecer amanhã de manhã, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

 

  • 25 jun 2016

É melhor comer do que remediar

Conheça as propriedades dos alimentos funcionais, que, além de nutrir, previnem algumas doenças

Se os alimentos funcionais tivessem uma bula, as seguintes ações estariam entre seus efeitos: redução do risco de doenças crônicas degenerativas, proteção do corpo contra os radicais livres, melhora da qualidade do sono e desintoxicação. Quando consumidos regularmente, cúcurma, frutas vermelhas, canela e chia, entre muitos outros, podem atuar como poderosos medicamentos.

 

getimage (12)

opas detox, com repolho, couve, brócolis e aipo como ingredientes, são boa pedida no jantar

Patrícia Davidson, nutricionista especializada nesse tipo de alimento, afirma que a ingestão pode prevenir uma série de doenças.

— Os alimentos funcionais reduzem o risco de câncer, diabetes, hipertensão e Alzheimer — diz.

A profissional explica, porém, que eles não fazem esse trabalho de prevenção sozinhos.

— É necessário contribuir com um ambiente favorável. Fazer atividade física e evitar produtos alimentícios processados estão entre as medidas que devem ser adotadas — ensina Patrícia.

A nutricionista lembra que a reação de cada pessoa aos alimentos é diferente, e que, por isso, é bom contar com acompanhamento profissional. Ela relata, por exemplo, que as alergias respiratórias de alguns de seus pacientes melhoraram com a retirada do leite de vaca e de seus derivados do plano alimentar.

Também nutricionista, Beatriz Saramago destaca que os benefícios trazidos pela ingestão desses alimentos têm sido comprovados cientificamente. E que os estudos apontam que eles vão além das funções nutricionais básicas.

— Deve-se consumir vegetais, frutas e cereais integrais, visto que grande parte dos componentes ativos estudados é encontrada nesses alimentos — resume Beatriz.

Nadja Pimentel, chefe do Restaurante do Bem, em Ipanema, Zona Sul do Rio, diz que segue à risca o conceito em sua cozinha. Ela conta que usa em suas receitas ingredientes funcionais que facilitam a digestão:
— Por meio de temperos, vitaminas e especiarias, nossa comida oferece a funcionalidade digestiva, já que essa é a parte responsável pela absorção dos nutrientes. Tudo passa pela digestão.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s