Adolescente diz ter sido agredido por guarda municipal no Centro do Rio


24/05/2016 08h00 – Atualizado em 24/05/2016 08h19

Garoto estava indo comprar lanche para a mãe de bicicleta. Guarda Municipal disse que vai abrir sindicância para apurar o caso.

 VEJA O VIDEO Do G1 Rio

Um adolescente de 14 anos, que teve a clavícula quebrada, acusa um guarda municipal de tê-lo agredido na Central do Brasil, no Centro do Rio, na última sexta-feira. Ao Bom Dia Rio, a família do garoto disse que o guarda não teve nenhum motivo, nenhuma razão aparente para ter chutado o menino.

Gabriel Cardoso Esteves estava ao lado da mãe, que é vendedora ambulante, quando saiu de bibicleta para comprar sanduíche para ela. Na altura da Central, ele se deparou com uma van da Guarda Municipal manobrando. Segudo ele, um dos guardas desceu e partiu para cima dele dando chutes e dizendo que ele estava preso. Uma vizinha da família que passava na hora viu tudo e correu para chamar a mãe do menino.

“Eu estava passando de bicicleta para comprar lanche para a minha mãe, aí o guarda municipal pegou, eu desvie da van dos guardas, aí ele pegou e veio correndo atrás de mim, eu freei a bicicleta e ele me bandou e falou: ‘tá preso’. Eu fiquei no chão. Ele botando o pé em cima de mim, aí minha mãe chegou e foi na direção da Guarda Municipal”, afirmou o menino Gabriel, destacando que a van da Guarda Municipal estava vindo de ré, quando ele desviou do veículo.

“Ela pegou, ao mesmo tempo, foi para dentro do quartel da guarda reclamar da ocorrência. Para surpresa dela, o próprio guarda que bateu no meu filho é o líder da guarda. Então o que acontece, dentro do quartel da guarda, ele bandou meu filho e deu um bico na clavícula do meu filho, e quebrou a clavícula do meu filho. Eu não que isso fique impune. Quero saber qual o resultado da autoridade deixar um líder despreparado sem o nome, sem identificação. E ele disse para mim que tem cinco filhos. Poxa, se alguém tivesse feito isso com um filho dele, como ele ia estar se sentindo?”, questionou o pai do menino, Alcides Fernandes Esteves.

O caso foi registrado na delegacia, os pais já prestaram depoimento e agora a polícia aguarda o menino melhorar para também ser ouvido. A Guarda Municipal informou que vai abrir uma sindicância para apurar o que ocorreu.

 

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o TV VK RIO AO VIVO ou por Whatsapp e Viber (21) 999-121-080

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s